Dois anos depois da morte de Gugu, filhos se cadastram como doadores de órgãos

Apresentador morreu em 21 de novembro de 2019 e salvou 50 vidas com a doação de seus órgãos

Dois anos depois da morte de Gugu Liberato, os filhos do apresentador – José Augusto Liberato, Marina e Sofia – publicaram um vídeo na rede social contando que se cadastraram como doadores de órgãos. Eles também aproveitaram para falar sobre a importância da ação, lembrando que os órgãos doados por Gugu salvaram 50 vidas.

“Nosso querido @guguliberato nos deixou em 21 de novembro de 2019 deixando um importante legado. Além de ter ajudado muitas pessoas em vida, após sua partida ele salvou 50 vidas através da doação de órgãos, que foi autorizada pela sua família”, eles escreveram.

Eles continuam falando que a pandemia fez com que o número de doadores de órgãos reduzisse drasticamente. Assim, eles decidiram incentivar famílias a autorizar a doação de órgãos quando a hora chegar. “Pela nossa experiência, a dor de uma família pode ser atenuada com este ato de amor e trazer a alegria para muitas pessoas.”

“Queremos lembrar que uma única pessoa que doa, pode ajudar diversas pessoas que estão na fila aguardando. Uma única pessoa pode evitar que diversas famílias sofram com a perda de seus entes queridos. Uma única pessoa pode salvar dezenas de vidas.”

Eles finalizam o texto contando que Gugu salvou 50 vidas depois do seu falecimento e convidam as pessoas a se declararem como doadoras. Outros famosos já demonstraram seu apoio a causa, como Glória Pires, Xuxa e Carlinhos Brown. Veja o vídeo na íntegra:

 

 

 

 

** Este texto não necessariamente reflete, a opinião deste portal de noticias

Sobre Nós:

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos? Acesse também nosso instagram.com/tvobuxixo

Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você um conteúdo profissional, enviando sua sugestão de pauta para nosso email [email protected]